Ano Novo, Vida Nova

Não sei se todos sabem, mas temos agora entre nós uma gestante! Isso mesmo! E essa pessoa sou eu mesma, a Bruna! 🙂

Foto de agosto, quando desconfiávamos que eu estivesse grávida. :) Nem demorou muito né?

Foto de agosto, quando desconfiávamos que eu estivesse grávida. 🙂 Nem demorou muito né?

Depois daquele post super suspeito sobre ter filhos, que foi publicado dia 27 de dezembro aqui no blog, muitas leitoras me perguntaram se naquela altura eu já sabia que estava grávida e por isso escrevi tudo aquilo, explico: não. Não estava grávida e na verdade a gente estava bem mais tranquilos esse mês do que no mês anterior com relação a ter filhos. Então, o post foi escrito antes de nós sabermos que seríamos pais.

Tudo começou na Noruega, onde fomos passar o Natal. Lá eu tive muito sono, desmaiei em um certo dia e estava uma montanha russa emocional. Em um minuto eu estava sorrindo e no outro chorando desesperada. A anfitriã chegou a me perguntar se não estava grávida e a partir daquele dia comecei a observar que, de fato, estava com a menstruação atrasada. Infelizmente na Noruega, tudo fica fechado no Natal e no dia depois do Natal, e por isso não foi possível comprar o teste. Dali seguimos viagem para o sul da Itália com a nossa amiga Miriã e sua família. Assim que descemos no aeroporto de Milão já comprei o teste e chegando na casa dela fui fazê-lo.

Vou dizer que estava muito preparada para o resultado negativo, como aconteceu no mês anterior. Na verdade estava mais preparada para o resultado negativo do que para o positivo. Por isso foi uma surpresa enorme quando vi brotar com toda a força os dois traços de positivo. Ali mesmo no banheiro eu me ajoelhei sozinha e fiz uma oração agradecendo a Deus pela grande bênção recebida!

Passado esse momento, comecei a ficar preocupada e ansiosa pra contar pro Pedro, meu marido, que ele iria ser papai. No mês anterior tinha feito mil planos, visto mil vídeos e nenhuma das minhas ideais se encaixavam nas nossas circunstâncias: nós dois, viajando com uma família de carro por 12 horas até o sul da Itália. A cada minuto que passava eu ficava mais agoniada, queria gritar a notícia, queria pular e dançar, ou queria chorar loucamente por todo o medo que aquela situação nova estava me causando (já disse né? Montanha russa emocional). Fui quietinha no carro até a Calabria e quando chegamos lá, pela manhã, começamos a conhecer os parentes dos nossos amigos, passeamos pelo centro da cidade, depois do almoço dormimos e eu sendo consumida pelo desejo de contar logo, mas guardando para fazer uma surpresinha.

No fim da tarde, pedi pra minha amiga que fizesse de conta que daria um presente ao Pedro, ele achou meio estranho, mas aceitou, quando ele abriu e percebeu que era o teste positivo ficou feliz demais me abraçou e nos emocionamos juntos. Foi um momento muito especial para nós. Apesar de não ter sido como o planejado, foi bom. Então, aqui vai a primeira dica tanto para noivinhas (que planejam tanto o dia do casamento) quanto para futuras mamães: faça planos, mas saiba que a vida nem sempre sai como a gente planejou (e isso não é necessariamente ruim). Tive que aceitar dessa vez, mas já estou com planos secretos para revelar o sexo do bebê! Muahahaahahahahahahaha

Planejei contar aos nossos pais de uma forma especial, pedi a uma amiga muito querida que mora no Brasil para preparar uma cesta de café da manhã para eles e colocar junto uma chupeta. Ela disse que eu poderia escrever um recaindo que ela faria uma foto e imprimiria, aí nós escrevemos e enviamos pra ela. No dia 29 de dezembro, às 7h30 da manhã lá estava ela na casa dos meus pais entregando a maior novidade do ano: eles seriam avós. Alguns minutos mais tarde foi a vez dos meus sogros receberem a tão esperada notícia! A alegria foi enorme! Todos ficaram felizes demais com a chegada de um(a) netinho(a).

Depois disso, e somado a outros fatores, comecei a ter enjoos, dores no estômago e as coisas só pioraram, tivemos que voltar pra Trento e aqui em casa as dores foram diminuindo. Já ouvi de tudo, mas tanto “gravidez não é doença”, como “gravidez dói” são verdades, e precisamos saber viver equilibrada entre os dois pontos. Iniciei uma alimentação mais saudável, rica em frutas, verduras e legumes, muita água (essa é a minha maior dificuldade) e claro, tudo rigorosamente em no máximo 3 em 3 horas! Quando dá eu repouso, quando não dá eu faço o que tem que ser feito e assim vai.

Tudo isso pra dizer que de hoje em diante, vão pintar por aqui muitos posts cheios de fofurices infantis, ideias de chá de bebê, dicas de enxoval, discussões sobre educação de filhos e etc. Espero que vocês gostem! 🙂

Beijos

Bruna e Baby

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Ano Novo, Vida Nova

  1. Bruna, sua linda! Chorei aqui! Deus abençoe vocês com uma gravidez tranquila e que esse Bebezinho traga muita alegria pra sua família! Beijos, contem com as minhas orações!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s