O que dizem algumas mães sobre a rotina com os bebês?

blog3

Depois do primeiro post sobre a rotina com e para os bebês pude ler alguns relatos de pessoas que comentaram o post publicado através do Facebook. Me surpreendi com os poucos relatos e decidi escrever (animadíssima) esse novo post.

Como havia dito a vocês, a minha experiência com bebês ainda não é na área materna apesar de estar gravidíssima de 31 semanas, por isso, nesse momento, ouvir o relato de mães, pais, avós em relação à rotina com os bebês tem me encorajado cada vez mais a perseverar na busca pelos padrões bíblicos na criação de filhos – o qual devemos percorrer a fim de agradar ao nosso Deus.

É verdade que a Bíblia não trata especificamente de uma rotina com bebês, nos mostrando qual a melhor forma de amamentá-los ou organizarmos a rotina familiar, mas temos mandamentos do Senhor quando Ele, através da sua Palavra, nos diz que devemos educar nossos filhos no caminho do Senhor, que devemos discipliná-los com vara e que isso nos poupa vergonha e concede-nos uma vida abençoada; quando nas cartas de Paulo, através das suas recomendações e mandamentos do Senhor, nos mostra o papel dos cônjuges na vida diária… Através da Bíblia, estamos diante de condutas práticas que devem interferir em nossa rotina a fim de agradar Àquele que nos chamou.

O propósito elementar na rotina com as crianças, desde bebês, deve ser o de não deixá-los seguir sua própria vontade (Pv. 23:6). Veja este trecho escrito por J. C. Ryle extraído do Blog Mulheres Piedosas:

“I. Primeiramente, portanto, se você deseja treinar os seus filhos corretamente, treine-os no caminho em que devem andar, e não no caminho que eles preferem[1]. Lembre-se que filhos já nascem com uma decidida tendência ao pecado, e portanto, se você deixar que eles escolham por si mesmos, é certo que escolherão mal. Uma mãe não pode prever o que o seu bebezinho será quando crescer – alto ou baixo, forte ou fraco sábio ou tolo, ele poderá ser qualquer uma dessas coisas ou não – tudo é incerto. Mas uma coisa esta mãe pode dizer com certeza: ele terá um coração corrupto e pecaminoso. É natural a nós fazer o que é mal. “A tolice”, diz Salomão “está ligada ao coração da criança” (Prov. 22:15). “A criança deixada a si mesma traz vergonha à sua mãe” (Prov. 24:15). Os nossos corações são como a terra onde andamos; deixe-a à si mesma e é certo que ela produzirá ervas daninhas.”[2]

Novamente gostaria de destacar (a mim mesma) que tudo o que fazemos, é para o Senhor que fazemos. É dele toda glória e somos mordomos de Deus enquanto estivermos aqui. Cuidamos de tudo o que Ele nos dá: família, amigos, saúde, bens materiais e assim por diante. Tudo é dEle e por isso devemos viver a fim de O agradá-Lo. Sim, essa é a nossa luta diária!

Rotina da família, rotina com bebê:

No post anterior percebi que havia me esquecido de uma parte importantíssima nessa rotina: o nosso cônjuge. No depoimento que li, uma mãe dizia que não teria conseguido organizar a rotina dos seus filhos se não tivesse a ajuda do seu cônjuge. Ela ainda diz que organizar a rotina é uma tarefa difícil (ela tem gêmeos), mas é algo fundamental para as crianças: “Rotina é tudo na vida de uma criança!”, disse ela. Também surgiram comentários de pais dizendo que “a coisa não é bem assim”. Que depois de algum tempo a ideia do primeiro post sobre rotina seria outra.

E agora?

Pensando no ponto esquecido por mim no post anterior (o nosso cônjuge) e estes comentários de uma organização da rotina sem sucesso, pensei: a rotina não diz respeito apenas ao quesito “organização”! Ela depende MUITO de quem aplica (e isso serve pra tudo na vida). Quando se fala em êxito em relação à rotina ou a falta de, é necessário lembrar (ou se perceber) que o temperamento dos pais influencia muito; o tempo que eles se dedicam aos seus filhos e ao trabalho também é um dos fatores determinantes para o sucesso ou insucesso dessa rotina. Temos que lembrar, que, se a rotina não deu certo, a culpa não é do gênio forte da criança, como alguns dizem, por exemplo, mas tem muito a ver conosco, com a forma como estamos organizando o nosso tempo familiar diário.

Estamos falando em família, e neste caso, a comunicação, a concordância entre os cônjuges é fundamental nesse processo.

Veja este pequeno relato:

“[…] eu segui uma rotina bem certinha com a nossa bebê. Lí o Nana Nenê e tentei seguir a rotina de dar de mamar a cada 3 horas, colocar pra dormir depois de 1 horinha acordada e etc… Eu até a acordava para mamar, rsrs. Sinceramente, pra mim  foi muito bom. Me facilitava demais. Eu conseguia saber (quase sempre) porque ela chorava e me dava muita tranquilidade. O meu esposo me ajudou muito, cuidava dessa rotina comigo e até anotava o horário das mamadas no início porque eu ficava exausta e perdida, rsrs. Depois de uns 3 meses a nossa bebê passou a dormir 7 horas direto durante a noite. Valeu muito a pena seguir o Nana Nenê e ter a ajuda do meu esposo para ficar firme na rotina. Com o nosso segundo filho eu tentei seguir, mas fui mais maleável com os horários das mamadas porque era muito corrido com a nossa primeira filha (ela tinha 2 anos ainda). Enfim, vale a pena tentar seguir uma rotina sim. Mas tem gente que prefere não seguir, cada um tem que sentir o que é melhor pro bebê. Eu acredito na importância de uma rotina de mamadas e sonecas. Beijos!!!”

Apesar de apresentar poucos relatos escritos a vocês, pude conversar com outras mulheres cristãs e perceber que a rotina é sim fundamental. Algumas mães se mostraram preocupadas com a rigidez de outras; outras com a maleabilidade de algumas, mas todas elas, desde o nascimento dos seus filhos, buscaram uma rotina para e com o bebê frente à rotina familiar já estabelecida. Algumas até disseram que organizar a rotina com os bebês poupa desarmonia, conflito entre os cônjuges e isso nós não queremos (!).

Que possamos perseverar em seguir uma rotina familiar que resulte em glórias a Deus.

Com carinho,

Vanessa.

 

Referências:

[1] Provérbios 23:6

[2] http://www.mulherespiedosas.com.br/os-deveres-dos-pais-02/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s