Quem vai Cuidar de Nós?*

O Papai tinha viajado, e a sua falta estava sendo sentida. O pequeno trio andava meio sem graça e sem rumo, para lá e para cá, na manhã seguinte. Os pijaminhas caindo pareciam combinar com o estado de espírito de todos. “dê Papai?” perguntou Zinho, e os olhos escuros de Zeca voltaram-se para Mamãe, esperando resposta.

“O Papai foi viajar, mas ele volta logo, logo.”

“E quem vai cuidar da gente?” perguntou Júnia, com os olhos cheios de lágrimas.

“A Mamãe cuida! A Mamãe cuida de vocês, filhinha.” Por um momento Júnia se satisfez; mas então, numa explosão de lágrimas, exclamou: “Mas quem vai cuidar de você, Mamãe?”

Ela parou de chorar, quando a Mamãe explicou que Jesus ia cuidar de todos, porque Ele nunca tem que ir viajar, e sempre está “em casa”.

* Texto extraído do livro “Reflexões de uma Mãe”, de Doris C. Aldrich.

Às vezes é cansativo ter que ter todas as respostas; é cansativo ter que organizar a vida como se ela dependesse dessa organização; é cansativo ter que saber tudo sobre ser mulher, ser esposa e ser mãe (mesmo que o filho ainda nem tenha nascido); é cansativo ter que estar sempre bela e em forma e, ao mesmo tempo, ter que manter a casa limpa e em ordem; é cansativo viver planejando milimetricamente “os dias de amanhã” e tentar presumir todas as falhas e problemas para que sejam já prevenidas.

É tudo muito cansativo porque não é normal. Não é o certo. Nem é bíblico viver desse modo. Quem vai cuidar de nós? Nós mesmos? Então estamos perdidos!

Talvez esse seja o meu maior desafio dos últimos tempos: descansar em Deus. Saber que “o meu socorro vem do Senhor que fez os céus e a terra” (Salmos 121:2), saber que Jesus disse “eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (João 15:5).

Eu corro de um lado para o outro com as minhas listas infinitas de afazeres, minha cabeça a mil por hora que não para nem quando eu estou dormindo, minha testa enrugada, séria, repassando todas as atividades que ainda ficaram pendentes… Em quem eu deposito a minha fé? No meu esforço? Na minha inteligência? Na minha capacidade de organização e disciplina? Aí eu me deparo com a Bíblia e com textos simples como esse da Doris e percebo que quem vai cuidar de mim é o Senhor Jesus, quem vai me dar as respostas certas é Deus (Provérbios 16:1), quem vai me capacitar e me ensinar a ser mulher, esposa e mãe é Ele!

E de repente eu me lembro que “qual de vós, por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida?” (Mateus 6:27) e percebo que a minha ansiedade é pecaminosa, a minha falta de fé em Deus e na sua soberania é pecado. Precisamos trazer sempre em nossas mentes as palavras de Cristo e a certeza de que Deus cuidará de nós, de que Deus proverá o que for necessário para as nossas vidas, seja material, seja espiritual.

“Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus 6:30-34

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s