Sobre sogras e noras

De um tempo pra cá tenho pensado nessa relação entre sogras e noras e me questionado: porque é uma relação tão conturbada? Eu não estou aqui falando de mim, mas de um modo geral, pois desde que me conheço por gente ouço piadinhas de mal gosto a respeito das sogras. Nesses dias, refletindo sobre o assunto, não consegui achar nenhum motivo razoável para tanto. Pense comigo: não seria natural amarmos intensamente a mulher que gerou, amamentou, cuidou e educou o amor das nossas vidas? E a recíproca também deve proceder: não seria absolutamente razoável as sogras amarem incondicionamente a mulher que os filhos escolheram para viver com eles? Entretanto, como eu não sou sogra, ou ao menos tenho filhos, quero me deter aqui ao papel que me cabe! Quero falar hoje sobre as noras.

2015/03/img_0631.jpg Jesus não se casou. Se ele tivesse se casado, talvez fosse mais fácil compreender o papel de nora, pois a Bíblia, possivelmente, estaria recheada de exemplos de como a mulher de Jesus trataria Maria. Entretanto, a palavra de Deus tratou deste assunto em uma de suas lindas passagens, nos deixando a maior lição em relação a este assunto: “Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali repousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o Senhor o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti” Rute 1.16-17. Se você lesse esse texto fora de contexto provavelmente imaginaria que se trata de um diálogo entre marido e mulher. Ou você já imaginou falando isso para a sua sogra? Sejamos sinceras! Provavelmente se você contar essa história à uma mulher ímpia ela achará loucura, mas e se você resolvesse conversar sobre esse assunto com uma irmã da igreja? Quais seriam as possíveis reações? Eu diria que Rute deveria ser uma santa ou que então que Deus criou Noemi e jogou a forma fora, pois ela deveria ser uma sogra tão exemplar que não deve existir outras por aí. E é aí que eu paro pra pensar: será? Será mesmo que a reação de Rute está tão ligada assim às ações de Noemi? Ou será que Rute estava fazendo aquilo para o Senhor, não se importando com o jeito que a sua sogra a trataria ou deixaria de tratar? É claro que é muito mais fácil amar quem nos ama, quem nos enche de mimos e nos faz sentir especial, mas a Bíblia nos fala em Mateus 5.44-45: “Ouvistes o que foi dito: amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste”. Quero deixar claro que não estou dizendo que a sua sogra é a sua inimiga, nem que ela te persegue declaradamente, e sim que, no que tange ao seu relacionamento com Deus, não importa como a sua sogra esteja agindo. Não importa se ela liga seis vezes ao dia pra sua casa, se ela diz que o seu marido emagreceu ou que as roupas dele não estão tão bem passadas. Não importa! Importa pra Ele como é que você está lidando com estas situações. E neste ponto eu não quero ser nenhuma hipócrita e dizer que essas coisas não incomodam. Acontece que o Senhor está tratando áreas da sua vida que precisam ser tratadas através da sua sogra. Você já pensou nisso? Pense em como você tem se portado diante das situações que você considera desagradáveis e se o seu proceder tem sido aprovado diante de Deus. Você tem orado pela sua sogra? Tem dado graças a Deus porque através da vida dela a sua vida tem sido moldada? Sua paciência tem sido exercitada, seu amor tem crescido, Deus tem sido glorificado através das suas reações? Você não precisa ser a melhor amiga da sua sogra, a Bíblia não nos pede isso, mas a Palavra de Deus nos orienta em várias passagens como proceder em situações que se aplicam, por sua natureza, ao relacionamento de sogra e nora. Por isso, o conselho que dou é este: oriente-se sempre pelos ensinamentos de Cristo. Ele é o nosso guia, o nosso padrão. Não se deixe influenciar pelas suas amigas que falam mal das sogras, que vivem murmurando a respeito dos problemas. Ao contrário, refreie a sua língua do mal e sofra como uma mulher justa: ore para que Deus trabalhe no coração da sua sogra e esteja pronta para também mudar as suas atitudes que não são compatíveis com uma mulher cristã. Tenha sempre em mente que ela é a mãe do seu grande amor, tenha por ela respeito, se não for possível ter uma amizade verdadeira. Esteja pronta a ouvir os seus conselhos. É inegável: ela já viveu muito mais que você e pode ter muito a te acrescentar. Não seja a dona da verdade e não espere que seu filho se case e você tenha uma nora para entender as atitudes da sua sogra. Honre a Deus com o seu proceder e também com o seu coração. Pri.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s