Nós, os “gordinhos”

Quem me conhece sabe que no fundo do meu coração (ou nem tão fundo assim), eu sou gordinha (por gordinha leia-se: Pessoa que come compulsivamente; ou passa o dia pensando em “gordices”; ou só encontra alegria/prazer/conforto na comida). Eu gosto mesmo é de partir logo pra mesa dos docinhos, inventar comemorações pra fazer doces e comemorar com uma fatia de bolo. Mas ultimamente o meu pecado da gula tem me incomodado um bocado.

Claro, faço questão de gastar um parágrafo explicando que sou completamente contra essa moda rídicula fitness, em que uma pessoa só é aceita pela sociedade se faz academia, corre, não come lactose, nem glútem, nem refrigerante, nem fritura e uma lista infinita de coisas deliciosas que ficaria até chato eu descrever aqui. Acho totalmente desnecessária essa preocupação obsessiva com os quilos e gramas e gordurinhas aqui e ali, e já fica aqui o meu protesto também contra shakes e outras formas “baratas” de emagrecimento. 

Mas, não falando sobre e do ponto de vista excessivamente fitness, gostaria de compartilhar com vocês uma reflexão que fiz esses dias sobre nós, os “gordinhos” e a nossa necessidade do auxílio do Senhor.

pi7K9nzdT

Me peguei pensando que eu sozinha seria capaz de ajudar uma pessoa que tem ainda mais problemas com a comida do que eu! Olhem isso! Até parece! Como é fácil esquecermos o que o Senhor Jesus nos ensina sobre “sem mim nada podeis fazer” (João 15:5).

E aí, sinto que fui lembrada por Deus daquele versículo em que Paulo fala aos coríntios: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” I Coríntios 6:12 Minha interpretação foi de que, não devemos mesmo, e isso sempre me pareceu errado, sair por aí nos privando de modo radical e final, das coisas boas que o Senhor dos deu para nos deleitarmos. A própria Bíblia mostra exemplos de como a comida é dada pelo Senhor e devemos nos alegrar comendo e glorificar ao Senhor que nos deu. “Não há nada melhor para o homem do que comer e beber, e fazer com que sua alma goze do bem do seu trabalho. Também vi que isto vem da mão de Deus.” Eclesiastes 2:24.

Porém, não podemos ser dominados pelo prazer, nem pela gula, porque isso é pecado contra o Senhor. Nosso coração deve se alegrar em Deus e nosso prazer deve estar Nele, em primeiro lugar. Devemos adorar a Deus e não às coisas que Ele criou. Por isso, é importante identificarmos e clamarmos a Deus que sonde o nosso coração e veja se não estamos colocando a comida/o prazer de comer num altar e a adorando mais do que ao Senhor.

Nós, os “gordinhos”, precisamos nos lembrar que somente Deus pode nos ajudar nessa luta e devemos estar diariamente diante do Seu trono de graça, implorando que Ele nos transforme, nos regenere e nos ajude a vencer a tentação de viver para comer, ou de depositar na comida a nossa alegria.

De um modo prático, tenho tentado me policiar. Quando estou acabando de almoçar e já pensando na sobremesa começo a tentar refletir se aquilo é mesmo necessário, às vezes vou direto escovar os dentes e pronto! Em outros casos tento comer primeiro uma fruta e se ainda depois dela eu estiver com vontade de comer um doce eu vou lá e pego um pedaço pequeno. Não saberia dar mais dicas de como evitar, de modo prático, a gula. Mas creio que o Senhor diariamente pode nos dar forças e criatividade para não pecar.

Que o Senhor nos ajude a glorificarmos a Ele através da forma como nos relacionamos com a comida.

Com amor,

Bruna

*Pessoa que come compulsivamente; ou passa o dia pensando em “gordices”; ou só encontra alegria na comida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s