Seu Filho Não Precisa de “Tempo de Qualidade”

“De quem é a responsabilidade de cuidar dos filhos? Parece que a resposta é óbvia: os pais! Mas, na prática, isto é o que menos tem ocorrido. Os pais estão muito ocupados para cuidar de seus próprios filhos, tanto as mães quanto os pais têm outras prioridades em seu dia a dia. Os filhos não têm espaço em suas lotadas agendas de compromissos fora de casa. O número de creches e “escolinhas” tem crescido consideravelmente. E muitas oferecem atrativos para cuidar do seu filho – um plano pedagógico apropriado à idade, playground, alimentação equilibrada, etc. Mas, nenhuma delas tem o principal para um filho: a mãe!”

Outro dia lendo uma estória pra minha filha, consegui enxergar de forma mais clara e lúdica aquele versículo de Deuteronômio 6:6-7: “Os mandamentos que hoje te dou serão gravados no teu coração.
Tu os inculcarás a teus filhos, e deles falarás, seja sentado em tua casa, seja andando pelo caminho, ao te deitares e ao te levantares.” Gostaria de compartilhar com vocês algumas páginas do livro, pra que vocês vejam do que eu estou falando. O nome do livro é “Hug Me”, não tem o nome do autor, diz apenas que é um livro da igloobooks.

Abrace-me quando eu perder meu caminho e estiver em confusão.

Abrace-me quando eu perder meu caminho e estiver em confusão.

Abrace-me quando eu cair e então você pode enxugar minhas lágrimas.

Abrace-me quando eu cair e então você pode enxugar minhas lágrimas.

Abrace-me quando as bolhas estourarem no meu banho borbulhante/cheio de bolhas.

Abrace-me quando as bolhas estourarem no meu banho borbulhante/cheio de bolhas.

Sempre gostei do livro, mas nesse dia ele teve um sabor especial. O coelhinho da estória quer ser abraçado pela mãe várias vezes ao dia, em vários momentos diferentes. Sejam momentos felizes, sejam momentos tristes, seja fazendo suas atividades comuns como tomar banho e andar sob a luz do luar, seja em momentos específicos como quando ele está cansado ou assustado.

A Bíblia não nos fala sobre abraços incessantes, mas ela fala sobre instrução, sobre inculcar a Palavra do Senhor em nossos filhos. E ela não se refere a essa atividade como algo para o fim do dia ou para os 30 minutos que programamos para dar de forma quase caridosa aos nossos filhos. Ela fala sobre quando nos deitamos e levantamos, ou seja, de forma contínua. Nós, pais, temos o privilégio de poder passar muito tempo com os nossos filhos e o Senhor nos ensina a usarmos todo esse tempo para inculcarmos a verdade do Senhor neles.

Tedd Tripp coloca da seguinte forma: “O pai pastoreia o filho através da avaliação deste e de suas reações. Ele o pastoreia a fim de que entenda não apenas ‘o que’ de suas ações, mas também o ‘por quê’. Como o pastor de seu filho, você quer ajudá-lo a entender a si mesmo como uma criatura feita por Deus e para Ele. Você não pode mostrar-lhes estas coisas meramente pela instrução; deve guiá-lo no caminho da descoberta. Precisa pastorear seus pensamentos, ajudando-o a aprender o discernimento e a sabedoria. Este processo de pastorear é uma rica interação com seu filho, mais rica do que simplesmente dizer-lhe o que fazer e pensar.”

Não tem como pastorear uma criança, ou melhor, o coração da criança, sem passar muito tempo com ela. Não é possível que em alguns minutos você consiga avaliar reações e porquês tão complexos da vida de uma criança e consiga inculcar de modo eficaz as verdades bíblicas. É necessário que dediquemos mais do que isso, por isso o título: seu filho não precisa de “tempo de qualidade”, porque o que ele precisa é de todo o seu tempo e dedicação.

Com amor,

Bruna

 

Para saber mais:

A Carreira da Mulher Cristã – 1

A Carreira da Mulher Cristã – 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s