Dúvidas de Grávida (Parte 3)

Depois do primeiro e do segundo post sobre o tema, voltamos para falar sobre essa preocupaçao do terceiro trimestre: o parto!_23-2147501964

# Como eu sei que estou em trabalho de parto?

Segundo Janet Balaskas, em “O Parto Ativo”, existem seis formas mais comuns para o trabalho de parto ter início:

  1. Pode começar com a perda do tampão mucoso.
  2. Com a ruptura da “bolsa das águas”.
  3. Pode ocorrer uma dor contínua e maçante na região lombar, que pode ser causada pelas contrações uterinas.
  4. Pode acontecer uma diarreia, pois existe uma tendência natural de esvaziar o intestino no período que antecede o trabalho de parto.
  5. Pode acontecer de você ficar com muito frio e tremores. Esse é o jeito que o seu corpo tem para eliminar as tensões e, geralmente, acontece no início do trabalho de parto.
  6. O sinal mais concreto de que o trabalho de parto começou são as contrações, um pouco mais intensas do que as que acontecem no final da gestação.

# Qual a diferença das contrações de treinamento para as contrações do trabalho de parto?

“As primeiras contrações podem ser bem incômodas ou tão fracas que você pode continuar dormindo ou nem mesmo percebê-las. […] Podem ser fracas ou fortes quando começam. Podem acontecer a cada meia hora ou a cada 10 minutos, ou, às vezes, em intervalos bem regulares. O útero vai começar a contrair e a endurecer, afinando ou esvaecendo o colo e fazendo com que este suba e se incorpore ao útero, e depois se dilatando na base. As contrações vêm como as ondas do mar: começam mais amenas, crescem até um pico e depois vão decrescendo. Segue-se então um período de descanso até que a próxima contração comece. […] Conforme o trabalho de parto progride, as contrações ficam mais próximas umas das outras e mais intensas, sendo menor o intervalo entre elas. No momento em que você estiver com o trabalho de parto realmente estabelecido, as contrações vão se tornar bastante intensas e exigir de você um bocado de energia.”

De forma prática e bem generalizada, segundo o Baby Center, as contrações verdadeiras têm as seguintes características:

  • Mais compridas: a barriga fica dura por mais tempo
  • Mais regulares
  • Mais doloridas
  • Não param de vir. Cada uma que vem é mais forte que a outra, e o intervalo entre elas vai ficando cada vez menos
  • Não melhoram se você mudar de atividade
  • Atingem a barriga inteira e às vezes as costas
  • Não dependem da posição ou da movimentação do bebê

# O que devo fazer se a bolsa romper?

Se tudo tiver corrido bem durante a gestação e você souber através de exames anteriores que está tudo bem com o bebê e com você, então você pode ficar tranquila, quem sabe até tomar um banho e comer alguma coisa e aí então seguir com calma para o hospital ou maternidade escolhida. Você deve ter um pouquinho mais de pressa apenas se:

  • A bolsa romper sem contração alguma;
  • Se existirem contrações a cada 5 minutos;
  • Se há perda de sangue vermelho vivo.

# Até quanto tempo posso esperar para ir pra maternidade depois das contrações ficarem ritmadas?

Segundo a obstetra Lorenza Bonfanti (com a qual fiz o curso pré-parto), o ideal é ir para o hospital após 1 hora de contração regular.

Com amor,

Bruna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s